Adelar Bertussi dá show no CTG Recordando os Pagos.

Brasil, 09 de Dezembro

 

Cantor e compositor gaúcho veio a Francisco Beltrão para um fandango.
 

Adelar Bertussi, se apresentando junto com Júlio Cézar Leonardi.

No momento em que Adelar Bertussi fazia seu show de gaita,
tocando com o cotovelo e fazendo pose para a foto.



 


A passagem de Adelar Bertussi, o mais famoso acordeonista gaúcho por Francisco Beltrão foi coroada de sucesso total. Ele veio a convite do também acordeonista Júlio Cézar Leonardi para uma apresentação especial durante o baile no CTG Recordando os Pagos, na noite de sábado, 6, onde Júlio e o Grupo Fandangueiro eram os animadores.
Adelar Bertussi chegou de manhã e foi pra TV Beltrão onde gravou participações em vários programas e concedeu entrevista ao vivo ao repórter Leandro Souza (De Cara com a Imprensa). À noite, no baile do CTG, fez um show inesquecível.
Adelar Bertussi tem 75 anos de idade e 60 de profissão. Ele começou acompanhando seu irmão Honeide Bertussi formando uma dupla consagrada. No final dos anos 60, os Irmãos Bertussi se separaram e Adelar formou dupla com Itajaiba Matana, enquanto Honeide passou a tocar com o filho Daltro Bertussi.
A obra musical que traz a marca Bertussi é enorme. Adelar nem sabe especificar quantos discos foram vendidos e nem quantas regravações foram feitas por outros artistas. Atualmente Adelar faz apenas shows e apresentações especiais enquanto o grupo Os Bertussi é liderado por seu filho Gilney.
Adelar ostenta o título de Cidadão Honorário do Estado do Paraná e possui mais de a mesma comenda de mais de 100 municípios do Sul do Brasil.

Fãs e homenagens

Sábado, na TV Beltrão, Adelar Bertussi encontrou com vários fãs como os prefeitos Eduardo Gaievski, de Realeza, e Valmor Vanderlinde, de Enéas Marques, e o vereador Carlos Alberto Santin, de Enéas Marques, além de posar para fotos com estes e a equipe da TV Beltrão.
Dali ele foi para um almoço em sua homenagem na Sociedade Pé no Estribo e à noite, durante mais de uma hora, foi aplaudido de pé pelo público que lotou o CTG Recordando os Pagos.
Adelar, mais uma vez impressionou pela simplicidade e solicitude com que atendeu todos os seus fãs e novamente deixou saudades em todos os que admiram sua imensa obra musical.

Dentro da Expectativa

A abertura do baile ficou por conta de Júlio Cézar Leonardi e Grupo Fandangueiro, que tocaram por cerca de uma hora e meia. Depois, Adelar Bertussi subiu ao palco e, acompanhado da banda, por uma hora proporcionou um belo espetáculo às quase mil pessoas presentes.
“Ele (Adelar) diz ter ficado muito feliz pela apresentação e pela maneira como foi recebido em Francisco Beltrão. Além disso, ele revelou também que agora ele não faz apresentações apenas para quem tem dinheiro e que o grande prazer é apresentar-se para os amigos”, diz Júlio.

Avaliação

Numa avaliação sobre como foi o ano de 2008 para o grupo, Júlio fala que o trabalho, iniciado na metade do ano vem dando certo e que novos projetos devem ser realizados em 2009.
“O grupo nasceu em meados de 2008 e de lá para cá estamos semeando e mostrando nosso trabalho. Vejo  que desde o primeiro dia só crescemos e que hoje cada um pode entender bem a sua posição dentro do grupo”, afirma.

Fonte:

 
[voltar]