História
Cantor, compositor e gaiteiro, Júlio Cézar Leonardi é paranaense de Francisco Beltrão. Filho de Júlio Amadeu Leonardi, gaúcho riograndense, e Maria José Leonardi, nordestina de Pernambuco, neto de italianos e brasileiros, busca preservar em suas canções a alegria, as tradições e as raízes de sua descendência, sobretudo no que se refere à cultura do Sul do Brasil.

Além da carreira musical, Júlio Cézar atua também em rádio e televisão. Apresenta uma das edições diárias do telejornal da TV Beltrão/Rede Brasil, além de um programa semanal de variedades na mesma emissora. É também produtor e apresentador do programa "Fandangueando", pelas emissoras de rádio Onda Sul FM e Horizonte FM, levando diariamente a música gaúcha a milhares de ouvintes no Sudoeste do Paraná.

Júlio Cézar recebeu de seu pai os primeiros ensinamentos no acordeon e, em seguida, estudou sob orientação profissional. Conheceu a arte de grandes mestres do acordeon, de vários gêneros, e escolheu o estilo gaúcho, influenciado pelo estilo musical de Albino Manique, Edson Dutra, Gildinho, entre outros. Iniciou sua carreira musical nos anos 90, animando matinés e bailes, ainda sem qualquer intenção de se profissionalizar na música.

Gravou seu primeiro CD de solos de acordeon em 2001, embora nunca o tenha lançado no mercado. O disco, que faz parte apenas do acervo do artista e de alguns amigos que foram presenteados na época, é considerado um registro simples e valioso da execução de canções de sucesso de vários artistas.

Em 2006, gravou o álbum "Abraçado na Gaita", com solos de acordeon de sua própria autoria. Produzido por Luiz Carlos Lanfredi (Os Monarcas), este foi o primeiro CD lançado comercialmente e retrata sua primeira experiência como compositor.

Em 2008, Júlio Cézar criou o Grupo Fandangueiro, para acompanhá-lo em shows e bailes, com estilo tradicionalista e campeiro, buscando preservar a autêntica música gaúcha fandangueira e se tornar uma opção definitiva neste segmento.

Em 2009, firmou a parceria com a Gravadora ACIT e lançou "Sou Fandangueiro". Produzido por Edison Campagna, o álbum traz o estilo, a identidade e o compasso que Júlio Cézar apresenta nos fandangos e retrata um dos momentos mais importantes da carreira. Nele, o músico emprega também a sua voz, pela primeira vez, em composições próprias e de grandes autores do Sul.

No ano de 2010, o programa Fandangueando veio para o disco, através da Gravadora ACIT, que lançou o CD "Fandangueando com Júlio Cézar Leonardi", uma coletânea com músicas de vários artistas, que são executadas no programa.

Em 2011, chega pela Gravadora ACIT o 4º CD de Júlio Cézar Leonardi: "Minha Alma Cantadeira", com novas composições do artista. O álbum, também produzido por Edison Campagna, mantém o tradicionalismo puro e a linha fandangueira, retratos das raízes da cultura musical gaúcha, que são vertentes para o músico e desenham a sua identidade.

Em todos os momentos da carreira, Júlio tem recebido apoio incondicional de bons amigos, dentre os quais destaca os mestres Gildinho (Os Monarcas) e Adelar Bertussi (Os Bertussi), mestres incentivadores presentes em cada etapa, com quem Júlio já teve a honra de dividir os palcos, em ocasiões especiais. A modesta obra musical de Júlio Cézar Leonardi é dedicada especialmente a essas pessoas e a tantos outros que apostam em seu sucesso e admiram a simplicidade despretensiosa de suas composições.

Sem se preocupar em exibir agilidade ou destreza, Júlio busca executar as músicas com expressão e precisão. Dono de um estilo simples de tocar, conhecedor de seu potencial e de suas limitações, procura tirar da gaita músicas agradáveis de ouvir e dançar, retratando a sua inspiração, seu sentimento e a essência da cultura gaúcha.
Desenvolvimento:
Active Soluções em Internet
Francisco Beltrão - PR
Telefone: (46) 3055-7584
" Uma integradora de produtos e serviços para a inteligência competitiva. "
w w w . a c t i v e s o l u c o e s . c o m