Nos Acordes da Milonga
Chamamé
Letra: Thunão Pereira/Júlio Cézar leonardi
Música: Luiz Carlos Lanfredi/Vanclei da Rocha

Quando me abraço à cordeona, nesse enleio de paixão,
reponto afago e ternura do fundo do coração;
nos acordes da milonga, que se alonga noite adentro,
faço da alma um sinuelo de amor e sentimento.
 
Busco, nas notas perdidas, cantigas pra não chorar;
quero um mundo de alegria e a vida inteira pra amar;
nos acordes da milonga, procuro e quero encontrar
a mais sublime poesia e uma razão pra sonhar.
 
Dou vida a esta emoção no som que a cordeona faz;
tendo apenas por parceiros murmúrios que o vento traz;
nos acordes da milonga, vagueio a cantar, em sonho,
na ilusão cantadeira de um mundo que eu componho.
 
Busco, nas notas perdidas, cantigas pra não chorar;
quero um mundo de alegria e a vida inteira pra amar;
nos acordes da milonga, procuro e quero encontrar
a mais sublime poesia e uma razão pra sonhar.
 
 
Busco, nas notas perdidas, cantigas pra não chorar;
quero um mundo de alegria e a vida inteira pra amar;
nos acordes da milonga, procuro e quero encontrar
a mais sublime poesia e uma razão pra sonhar.